Prova Ciclista Porto-Lisboa: a prova clássica mais longa do mundo…

<< voltar

"Durante décadas, o Porto-Lisboa foi uma prova de referência do ciclismo português, levando milhares de espectadores aos pontos nevrálgicos da corrida: a subida de Santa Clara, em Coimbra; a rampa das Padeiras, em Alcobaça; as lombas de Vila Franca do Rosário, antes da Malveira; e a Calçada de Carriche, à entrada de Lisboa. Porém, a partir dos anos setenta, no período em que a competição foi dividida em duas etapas, a prova perdeu prestígio e popularidade. As principais dificuldades no trajecto foram sendo eliminadas ou atenuadas pela melhoria das estradas. Ao Porto-Lisboa resta-lhe a consolação de ser, no final do século XX, a corrida clássica mais longa do mundo, embora isso condicione a sua internacionalização"

BARROSO, Miguel; “História do Ciclismo em Portugal”; Clube do Coleccionador, CTT, Lisboa, 2001, p.32.

fig04

Imagem: TP_022

Legenda: 1911. Prova ciclista Porto-Lisboa, organizada pela União Velocipédica Portuguesa com o apoio de «Os Sports Illustrados», P.Marinho, «Tiro e Sport», Ano XVII - N.º482, 15 de Dezembro de 1911, p.1. Biblioteca Nacional do Desporto.