Personalidades


A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

<< voltar

Frederico Paredes
Esgrima

Frederico Paredes (Nasceu a 31 de Janeiro de 1889 - Morreu a 4 de Novembro de 1972). Esgrimista. Foi o vencedor, com apenas 19 anos, do primeiro Campeonato Nacional de Espada realizado em 1908. Integrou a equipa de espada que conquistou para Portugal a segunda medalha olímpica. Ao lado de Henrique da Silveira, Paulo d´Eça Leal, João Sassetti, Mário de Noronha e Jorge Paiva, conseguiu o terceiro posto e a respectiva medalha de bronze na prova de espada por equipas dos Jogos de 1928, realizados em Amesterdão. Em 1909 num episódio trágico, Frederico Paredes mata involuntariamente o seu irmão, Alexandre: "Nunca julgámos que ao ter a nossa revista de relatar o último torneio de Esgrima no Estoril, tivéssemos de no mesmo número, tristemente e com custo, dar nota do desaparecimento, para sempre, daquele que nesse concurso mais soube brilhar - Alexandre Paredes. (…) Não há pena que escreva e cérebro que pense, na forma de descrever a terrível desgraça que, se a um pôs termo à existência, a outro deixou, sem dúvida, ferido gravemente o coração, hoje dilacerado pela mais terrível das dores. Referimo-nos ao bom irmão, Frederico Paredes, que foi a causa involuntária da desgraça. Muito animados pelo desporto da esgrima, que conheciam como poucos, andavam treinando-se para o próximo torneio em Cascais, quando a ponta da espada de Frederico Paredes, nua e desrevestida de botão, momentânea e ocasionalmente saído do seu lugar, foi mortalmente ferir, numa estocada, o pobre do seu irmão Alexandre." (Tiro e Sport, N.º430 de 15 de Outubro de 1909, p.3)