<<voltar

Sérgio Ribeiro com "sprint" triunfal em Grândola

Samuel Caldeira manteve a camisola amarela

Sérgio Ribeiro (Barbot-Siper) venceu a segunda etapa do 3º GP Crédito Agrícola/Costa Azul

Sérgio Ribeiro (Barbot-Siper) venceu a segunda etapa do 3º GP Crédito Agrícola/Costa Azul, organizado pela PAD/Lagos Sports, e que faz parte do programa dos Jogos do Centenário da República, disputada hoje, com partida e chegada a Grândola, na distância de 145,6 Km. Samuel Caldeira (Palmeiras Resort-Prio), que foi segundo com o mesmo tempo, conserva a camisola amarela bem como a camisola branca dos pontos, a qual, no entanto, será envergada por Bruno Sancho (LA-Rota dos Móveis) que continua a ocupar o 2º lugar da respectiva classificação. Na montanha a liderança pertence a Hernâni Broco (LA-Rota dos Móveis), na Juventude comanda António Carvalho (Mortágua-Basi) e por equipas mantém-se o Loulé-Louletano-Aquashow.

 

 Tavirenses em defesa do seu líder

 

Ao fim da primeira hora de corrida a média estava em 42,8 Km/h para a qual contribuiu a iniciativa de dois ciclistas da LA-Rota dos Móveis, Márcio Barbosa e Bruno Sancho, que se destacaram do pelotão obrigando o Palmeiras Resort-Prio a reagir na defesa do seu camisola amarela Samuel Caldeira e, simultaneamente, ao contra-ataque de um quinteto que se manteve durante alguns quilómetros em posição intermédia. Entretanto, antes do reagrupamento geral, a primeira meta volante, em Melides (Km. 35), foi ganha por Bruno Sancho (LA-Rota dos Móveis), que, na companhia de Vasco Pereira (Vitória), voltaram ambos à liça e arrastaram consigo mais três adversários, mas este novo quinteto apenas serviu para o ciclista do Vitória vimaranense ganhar a meta volante de Grândola, na primeira passagem pela meta final, e a contagem de montanha de Alcácer do Sal. Dois dos fugitivos, Vítor Rodrigues (Liberty) e Hugo Sancho (Mortágua-Basi) ainda se mantiveram na frente mais algum tempo, mas ao Km. 90 o pelotão já rolava compacto.

 

 Inevitável chegada ao “sprint”

 

O calor e a serra de Grândola desencorajaram os corredores que se resignaram à inevitabilidade de uma chegada em pelotão, disputada ao “sprint”, como veio a confirmar-se quando, à aproximação da quarta e última passagem pela meta, as equipas com velocistas tomaram posições para a arrancada decisiva. Mas nada impediu que Hernâni Broco (LA Rota dos Móveis) e Sérgio Ribeiro (Barbot-Siper) repartissem entre si os primeiros lugares na montanha e nas metas volantes, No ombro-a-ombro dos últimos metros, foi Sérgio Ribeiro (Barbot-Siper), quem levou a melhor no despique com o camisola amarela Samuel Caldeira (Palmeiras Resort-Prio).

 

 

Amanhã termina esta corrida com a última etapa, Santiago do Cacém-Santiago do Cacém, na distância de 132,7 Km. A partida será dada às 12h25 junto ao edifício da Câmara Municipal, onde a chegada está prevista para cerca das 15h30.

 

 

O 3º Grande Prémio Caixa de Crédito Agrícola conta ainda com o patrocínio dos Jogos do Centenário, dos Jogos Santa Casa, da RTP, da Aluvia, da tempo-team, da edp, da Liberty Seguros, de O Jogo, do Diário de Notícias, da RR, da JC Decaux, da Ford, das Águas de São Martinho, da Xerox, da Shimano, da Mobilift, da Copigés, do Instituto Geográfico do Exército, da Powerbar e da Dietsport.

 

Guita Júnior